sábado, 4 de setembro de 2010

Eu Pedacinho



Não sei andar sozinho
a companhia é meu caminho
ou talvez o contrário
solto no meu imaginário
qualquer sólito é funerário

Mas de toda luz que o uno emana
veio ele me atar a uma alma hermana
mesmo outro, não nasci sozinho
minha alma tem um coração vizinho
nasci eu, depois meu pedacinho

Menina enjuada, chorona...
tão bunitinha quando ficava com raiva
da minha primeira amizade, é dona
agora, mulher que eu não imaginava

Se fosse pra nascer sozinho
eu não teria sido
se não fosse meu pedacinho
eu já teria ido

De longe, minha maior fã
minha forma de manter a alma sã
é pensar que no mundo
tenho uma alma irmã.

Meu pedacinho que não tem tamanho
pra dizer que te amo, eu me acanho
mas nesse mundo eu seria muito mais sozinho
se não tivesse teu coração vizinho.

Te amo meu pedacinho!


(Eu's)



06/09/2010 aniversário da minha irmã, parabens!




6 comentários:

Rodriga (Rô) disse...

Só copiando o que eu escrevi lá na janela do MSN: adorei a q vc fez pra sua irmã!!!
E acrescento: Tu escreve muito bem seu Leeeeeezo....

Anônimo disse...

Como esse poema se encaixa numa bela "baiana". É quem me faz e fez olhar longe, um ato de amor! Todo dia é dia de pensar Nela.
Feliz Aniversário Atrasado propositadamente, sua chata adorável.
te Amo!!!!
beijos carinhosos...

Wanessa disse...

Palavras me faltam pra agradecer tais palavras do meu hermano...
Esse pedacinho aqui depende de vc...Meu sustento tá no teu viver!
Nesse pedacinho tem uma pedação teu!Bjos menino véi q eu amo!:)

εϊз Paty disse...

que coisa mais linda!!!!

Desa-a-fios disse...

Gostei muito !!!

Igor Barbosa disse...

DESA-A-FIOS...Gostei do teu pseudônimo, bem bolado... cadê teu blog? ...procurei mas não achei.

Quem Passa:

Minha lista de blogs

Pesquisar este blog