segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Eu

eu
quando olho nos olhos
sei quando uma pessoa
está por dentro
ou está por fora

quem está por fora
não segura
um olhar que demora

de dentro de meu centro
este poema me olha

(Paulo Leminski)

2 comentários:

Pedra do Sertão disse...

Olá, Igor...

Estou aqui a visitar os blogs-amigos! Dia desses vi uma poesia sua em um trabalho de meus alunos...super legal!

abraço

Araceli

Igor Barbosa disse...

kkkkkkkk

É legal ser comentado, quando me comentam eu me vejo nos outros.

Quem Passa:

Minha lista de blogs

Pesquisar este blog